20.8.12

saudades :c



Não sei o que fazer, é uma pressão enorme no meu peito. Ter vontade de gritar e não conseguir, ter vontade de fugir para longe daqui, ter vontade de te abraçar, te beijar (...) dizer-te bem baixo ao ouvido "estou aqui". mas não passam de vontades (...) quando me deito penso em ti, acho que é isso que me faz sonhar todas as noites contigo, connosco. Nunca falei tão a sério de uma coisa tão forte que sinto no peito, é o limite do sofrimento, é matar-me aos poucos por dentro, uma dor lenta, mas forte que dura e magoa. A saudade. habita no meu peito, chega a sufocar. Quantas vezes já passei com a mão numa fotografia tua com a esperança de que sintas o meu toque?! Passam dias, horas, meses, anos, sem te ver (...) sem te abraçar, embalar, beijar .. sentir o teu toque no meu rosto, e ouvir o teu preguntar ao meu ouvido "amas-me" ? porque nada me arrepia tanto, quanto o teu respirar no meu pescoço. e a distancia, rouba-me a capacidade de sitar "estou sempre do teu lado". porque não estou. é disto que vive a saudade. do sofrimento alheio, do sufoco. já adormeci a chorar por ti, já sorri a pensar em ti, já lutei por nós. já te disse que fugia para estar por perto, que te amaria para sempre, que gostaria de viver do teu lado, que deixaria tudo para trás, que só te quero a ti, que não vivo sem nós, que és tudo o que me move mas PORRA ! afasta esta distancia, este silêncio, esta solidão. não faças o que os outros te dizem para fazer, arrisca, por mim, por ti, por nós. se eu ficar mais fria com esta distancia não aches estranho, estou a sofrer, sem ti .. vais sentir saudades de quem partiu, de quem não está, vais sentir saudade de um abraço, um toque, um suspiro, vais sentir saudade de quem amas, e quem adoras, mas também saudade de quem dizes que odeias. acredita ! vai-te faltar a força, vais cair, bater com a cabeça, gritar, e levantar vais implorar, vais fugir, sonhar mais alto do que devias. lutar por quem não devias, chamar por quem não deves. Vais pensar se deves ou não cair na tentação, muitas vezes trais, ou és traído pela vida. vais ter vergonha, sentir frio, sentir medo, e magoa, tristeza solidão. Olha a tua volta, não estou na tua cama a ver-te sonhar, não te faço o pequeno almoço ao acordar, não te mimo quando estás doente, não posso cuidar de ti quando choras, dar-te um beijo quando te enervas, apanhar-te do chão quando cais, dar-te a mão quando precisas, proteger-te de quem te quer mal, impedir que te magoem, dar-te um beijo de boa noite, e adormecer-te. estou longe. mas pensa não há saudade que destrua um verdadeiro amor, e com tudo o que vivi até hoje, já me queimei com quem mais amava por ser tão fiel, já cai por levantar, já chorei para satisfazer alguém. a saudade não mata, torna-nos mais fortes, mas mesmo assim? conto os segundos para te ver. para ver esse sorriso, porque há quem te ame tanto quanto eu, não quem sonhe tantas vezes contigo como eu, não há quem pense em ti quanto eu, não há ninguém que possa dizer que eu não te amo. vou estar sempre que puder do teu lado, nada me vai tirar de ti, sou tua, independentemente da distancia, do medo. serei fiel, até ao fim dos meus dias. volta rápido (...)

5 comentários:

  1. muita força princesa :)

    ResponderEliminar
  2. vais conseguir princesa, acredita em ti :)

    ResponderEliminar
  3. isso vai desaparecer e nem vais dar conta, é quando menos esperares

    ResponderEliminar